Prebióticos e Probióticos: Quais as Diferenças e Lista de Alimentos

Publicado em 08/05/2022 por

Agora vamos para a palavra mágica – probióticos. Mas não estamos falando apenas de probióticos, mas também de prebióticos.

Confuso? Não se preocupe. Você está prestes a descobrir qual é a diferença e como obtê-los através de suas fontes de alimentos, em vez de ter que tomar ainda mais suplementos todos os dias.

Aqui está um resumo rápido sobre a diferença entre prebióticos e probióticos, e como escolher os alimentos certos pode funcionar como um remédio em termos de saúde intestinal.

Prebióticos – O que eles são?

Simplificando, os prebióticos são alimentos que contêm alto teor de fibras que podem ser parcialmente decompostos e consumidos pela flora intestinal que vive em você. Isso inclui as partes das plantas que você não pode comer como a fibra que pode ser encontrada nas cascas de certas frutas e vegetais como cenouras, bananas e bagas para apenas alguns exemplos.

Quando chegam ao intestino grosso, os prebióticos podem ajudar a alimentar e propagar uma grande parte das bactérias intestinais que estão no intestino. Se você está se sentindo um pouco inquieto com a ideia de alimentar uma quantidade incontável de criaturas minúsculas, você descobrirá que sempre existem razões pelas quais esses tipos de sistemas existem e como você pode ajudá-los a ter mais facilidade durante a reprodução.

Por que são importantes

Os prebióticos têm um papel fundamental em seu sistema porque fornecem a fibra que limpa seu sistema digestivo depois de alimentar sua microflora. Essa microflora é essencial porque é responsável por uma variedade de processos que ocorrem em seu corpo.

Depois que os nutrientes, vitaminas e minerais forem retirados de sua comida, a fibra restante viajará pelo intestino e pegará as partículas difíceis que podem formar uma placa ao redor do interior do intestino. Se essa placa não for removida, você pode desenvolver sérios problemas de saúde que podem tornar a intervenção hospitalar difícil, dolorosa e embaraçosa uma parte necessária do seu futuro.

Como obter mais prebióticos em sua dieta

Para começar, aqui está uma lista de alimentos que são conhecidos por serem prebióticos. Depois de aprender o que são, você pode ver algumas ideias sobre como eles podem ser usados ​​para aumentar a quantidade de prebióticos que aparecem em suas próprias refeições em casa.

Os prebióticos incluem adições brutas de:

  • Espargos
  • Cebolas
  • Alho
  • Maçãs
  • Alcachofras de Jerusalém

Como estes prebióticos funcionam?

  • Espargos – Embora possa não ser o mais atraente, os aspargos são um ótimo prebiótico, especialmente por causa de sua pele multifacetada e textura fibrosa. Com certeza lhe dará o material de limpeza intestinal que você precisa para passar. Para comê-lo, você pode tentar cortá-lo longitudinalmente e cortá-lo em seções. Você também pode simplesmente cortá-lo em moedas o mais fino possível e cobri-lo com uma salada.
  • Cebola – Se você cortar uma cebola em fatias muito finas, elas ficam ótimas em sanduíches. Corte-os em cubos e adicione-os aos tomates com tempero para uma bela cobertura de salada ou molho fresco picado para batatas fritas e outros lanches. Eles também aumentam as funções imunológicas.
  • Alho – Este incrível e saboroso anti-inflamatório é ótimo picado em todos os tipos de alimentos. Adicione alho cru picado à carne, molhos, molhos para salada e muito mais. Combate infecções.
  • Maçãs – Fatie-as ou coma-as inteiras, as maçãs ainda são alguns dos alimentos mais nutritivos que você pode carregar com você. A casca das maçãs contém vitaminas e prebióticos.
  • Alcachofras de Jerusalém – Esses vegetais são muito mais parecidos com batatas, mas você não precisa cozinhá-los. Você pode facilmente cortá-los em fatias finas para que possam ser comidos em algum tipo de salada simples. Eles são melhores com tipos de molhos de óleo e vinagre.

Probióticos – O que eles são?

Os probióticos são organismos vivos e microscópicos que vivem naturalmente em alimentos fermentados. Embora seja possível obtê-los em forma de pílula, é mais provável que eles se saiam bem quando você come os alimentos que consome.

Duas das cepas de bactérias mais comuns encontradas em bebidas e alimentos probióticos saudáveis ​​são as bifidobactérias e os lactobacilos. Os alimentos probióticos que você compra na loja geralmente mencionam no rótulo em algum lugar que contêm um ou mais desses tipos de culturas vivas.

Ao procurar fontes probióticas, também é importante tentar cultivar a diversidade em seu intestino. Isso garante que seu interior permaneça feliz e equilibrado.

Por que são importantes

Os probióticos são essenciais para a vida humana porque controlam e facilitam muitos dos processos que ocorrem em seu corpo. Alguns dos processos que eles lidam podem afetar o funcionamento do seu cérebro, por isso é extremamente importante garantir que esses pequenos cidadãos do “planeta você” estejam recebendo tudo o que precisam para sobreviver.

Sem eles, seria impossível para você quebrar muitos tipos de alimentos também, então, a menos que você queira terminar com uma digestão limitada a soluções líquidas criadas em laboratório, você fará o possível para manter suas populações tão robustas que possível.

Além de como você obtém seu sustento, eles também são importantes porque desempenham um papel importante em manter um equilíbrio delicado entre suas populações e bactérias invasoras que servem a outros propósitos, mas podem se tornar prejudiciais se se tornarem muito numerosas.

No mundo moderno de hoje, os métodos de produção de alimentos, a refrigeração e o uso de certos produtos químicos causaram muitos problemas para a flora intestinal em humanos. Alguns alimentos contêm até medicamentos que podem matar a maior parte da flora intestinal de uma só vez.

Como obter mais probióticos em sua dieta

Para ver algumas mudanças reais em seu microbioma, seria necessário começar a procurar maneiras de aumentar o número de probióticos que você consome, então aqui está uma pequena lista dos tipos de alimentos que você pode adicionar à sua dieta para obter mais dos probióticos que você precisa.

Alimentos probióticos facilmente acessíveis:

  • Kombuchá
  • Iogurte
  • Kefir

Como estes probióticos funcionam?

  • Kombucha – Esta bebida é realmente apenas chá fermentado que contém as bactérias que você deseja como probiótico. Kombucha é feito em uma variedade de sabores e você mesmo pode fazer. É ótimo como bebida durante todas as refeições do dia, e você pode usá-lo para ajudar na digestão.
  • Iogurte – Este produto lácteo é definitivamente o mais conhecido dos probióticos nesta lista. Isso é principalmente porque é fácil de comer para basicamente qualquer um e todos, especialmente se eles vêm do hemisfério ocidental.
  • Kefir – Esta é uma bebida que pode ser feita a partir de uma variedade de fontes animais e vegetais, como leite, queijo, coco, soja ou arroz. Possui leveduras que podem ser boas para o nosso corpo, bem como muitas das bactérias essenciais que você precisa para processar queijo e outros produtos lácteos.

Bactérias boas versus bactérias ruins

De acordo com a American Nutrition Association, seu corpo precisa ter cerca de 85% de bactérias boas e 15% de bactérias ruins em seu intestino para que as coisas funcionem corretamente.

Quando o equilíbrio normal de bactérias se inclina muito em uma direção, algum tipo de problema pode aparecer eventualmente. As bactérias ruins sempre estarão por perto, a menos que você viva em uma sala limpa, então você provavelmente pode se concentrar em comer coisas que alimentam suas bactérias boas.

O que pode prejudicar as bactérias boas?

Uso excessivo de antibióticos

Um dos problemas mais perigosos que as pessoas enfrentam hoje é o uso desenfreado e descontrolado de antibióticos nos alimentos que as pessoas comem. Essas drogas são completamente indiscriminadas nas cepas que matam, de modo que podem destruir completamente as culturas vivas que residem em seu intestino.

Adoçantes e Conservantes Artificiais

Adoçantes como aspartame e sucralose podem mudar o comportamento da flora intestinal. O mesmo pode ser dito dos conservantes, e estudos têm encontrado evidências de que eles podem estar causando problemas metabólicos em processos que não são totalmente compreendidos pela ciência médica moderna.

Como isso afeta a saúde

Existem pelo menos quatro maneiras comuns pelas quais sua saúde pode ser afetada pelo equilíbrio de sua flora intestinal.

Nutrição

Uma das razões mais importantes para acompanhar seus hábitos alimentares e como isso afeta suas bactérias intestinais é porque você precisa que elas sejam saudáveis ​​para obter os nutrientes necessários para viver. Esses microrganismos são os responsáveis ​​por tornar os nutrientes biologicamente acessíveis a você.

Quando eles não são saudáveis, é muito mais difícil para você digerir os alimentos para que eles possam passar pelo trato digestivo de maneira adequada e em tempo hábil. Se isso não acontecer, você pode acabar ficando vulnerável a sinais físicos que são acionados pela exposição a elementos centrais em seu ambiente, ou devido à invasão de outras bactérias que podem se tornar prejudiciais.

Inflamação e Doenças Infecciosas

Quando o componente adequado da nutrição não está presente em seu corpo, sua flora intestinal fará com que você experimente certos tipos de sinais de alerta que informam que as coisas devem ser corrigidas.

Quando você não tem antioxidantes e agentes anti-inflamatórios suficientes dos alimentos em seu corpo, e sua flora intestinal não consegue controlar as populações de bactérias ruins em seu sistema, é provável que você experimente muita inflamação.

Para alguns, pode começar como dor nas articulações ou inchaço ao redor do rosto e pescoço, mas a inflamação é normalmente o primeiro sinal para esses tipos de deficiências. A boa coisa a fazer seria obter alguns dos probióticos que também têm propriedades anti-inflamatórias.

Seus padrões de humor e sono

Com novas informações, a ciência está começando a detectar que há uma relação maior entre comida e humor do que nunca. Quando você não tem um intestino saudável, os hormônios que normalmente deveriam ser transmitidos podem nem estar em produção. Isso pode causar uma queda em hormônios importantes como a serotonina. Esse efeito, sem dúvida, se manifestaria como uma melancolia negativa que você experimenta ao longo do dia. Alguns estudos conseguiram até melhorar o humor usando culturas vivas em alimentos.

Saúde da Pele

A pele é o maior órgão do seu corpo, por isso faz sentido que seja provável que mostre aparências externas de declínio da saúde. A flora intestinal equilibrada tem maior probabilidade de produzir uma pele saudável e brilhante, por isso faz sentido que as pessoas com problemas de saúde digestiva muitas vezes pareçam mais velhas e tenham uma aparência cansada.

Conteúdo Relacionado