O que é estrogênio e por que isso importa?

O que é estrogênio e por que isso importa?

Publicado em 08/05/2022 por

O corpo humano contém uma variedade de componentes minúsculos que estão sempre trabalhando nos bastidores para garantir que sua vida possa acontecer.

Esses sistemas incríveis funcionam sem que você tenha que se concentrar no que está acontecendo, e eles governam uma grande parte do que acontece no corpo. Algumas das partes mais incompreendidas do corpo humano são as substâncias químicas que influenciam o sexo, a reprodução e as respostas emocionais.

No artigo a seguir, haverá uma breve discussão sobre o hormônio estrogênio e por que é importante.

O que são hormônios?

A maneira mais simples de discutir os hormônios seria compará-los a uma espécie de sistema telefônico que mantém seu corpo atualizado com as informações. Esses produtos químicos são produzidos em órgãos específicos do seu corpo e serão enviados para outras partes de você durante momentos específicos.

O estrogênio é um hormônio sexual feminino, e a maior parte dele é criado em seus ovários. O estrogênio controla processos importantes no corpo, como o ciclo menstrual. Também pode influenciar seu peso e as espécies de outros tecidos do corpo.

As mudanças de trabalho do estrogênio durante sua vida

Uma das coisas mais interessantes sobre o estrogênio é o quanto seu trabalho muda ao longo de sua vida. Quando você é jovem e começa a se tornar adulto, um período de tempo chamado puberdade, o estrogênio envia sinais para fazer com que diferentes partes do seu corpo amadureçam, como os seios.

À medida que você atinge a idade adulta completa, o estrogênio também ativa o crescimento de características adultas, como pelos pubianos e nas axilas. O estrogênio também impede que seu corpo continue a ovular quando você engravida.

À medida que os níveis de estrogênio aumentam, o risco de câncer também aumenta

Após algumas décadas de estudo, tem sido uma triste realidade que níveis mais altos de estrogênio estejam ligados à ocorrência de câncer. Esses altos níveis são mais comuns nas pessoas mais suscetíveis ao câncer de mama, mulheres que estão se aproximando ou passando pela menopausa.

Esses níveis são muitas vezes alcançados por meio de medicamentos que visam amenizar os efeitos da menopausa.

Também deve-se notar que as mulheres com excesso de peso correm um risco maior porque as células de gordura também produzem estrogênio.

Como você pode controlar os níveis de estrogênio?

Parte do que determina seu resultado tem a ver com a genética, mas, por enquanto, a ciência descobriu algumas formas de terapia hormonal. Esses medicamentos podem ajudar a diminuir seu estrogênio e, assim, diminuir suas chances de contrair câncer. Outra ótima maneira de controlar seu estrogênio é manter seu peso sob controle para evitar a criação excessiva de estrogênio.

Conteúdo Relacionado